Terapia Ortomolecular

Terapia Ortomolecular 

Ortho do Grego significa corrigir , ajustar. 
Trata-se de uma reposição de nutrientes enzimas, vitaminas , aminoácidos e em alguns casos fitoterapias ( ervas com propriedades curativas).
Não é um tratamento exclusivo , alias pode ser participativo a outros tratamentos.

Objetivo : Compensar o organismo diante as agressões que o Stress Emocional e Metabólico causam , aumentando a quantidade de Radicais Livres  por sua vez agindo como acelerador de patologias.



 - Quantidade de Oxidação, Radicais Livres 
 - Processos de Degenerações Orgânicas 
 - Presença de Dor ou Tendencia de manifestarem 
 - Imunidade 
 - Marcas de doenças Degenerativas Programadas 
 - Sistema Digestivo 
 - Sistema Circulatório 
 - Disfunções Hormonais , entre outras... 



As chaves dos bons resultado são:
  • Identicar e Repor as Carências de Minerais e Vitaminas
  • Identificar as Causas do Stress e seus impactos biologicos 
  • Identificar os Metais Pesados e suas fontes  e desintoxicar 
  • Alimentação correta conforme TIPO SANGUINEO

Quanto maior o stress identificado através da avaliação , afirma o Terapeuta Marco Adriano, mais fundamental é a ação dos corretores ortomoleculares, e a medida que o organismo vai dando sinais da recuperação , comprovada no acompanhamento das reavaliações , as orientações dos corretores iniciais são ajustadas , portanto , todo tratamento deve ser acompanhado principalmente nos meses iniciais.

A falta de minerais essenciais ou o excesso de algum desses minerais tóxicos estão comumente associados com fadiga, stress, artrite, diabetes, depressão, osteoporose, diabetes, agressividade, irritabilidade, dores musculares, disfunções relacionadas ao colesterol, processos irregulares de envelhecimento (radicais livres), complicações do aparelho digestivo (como a má absorção dos alimentos), hipertensão e uma série de problemas do organismo.